domingo, 4 de maio de 2014

Anthericum liliago






Anthericum liliago L.
Erva perene, glabra, de raízes tuberosas (tipo biológico: geófito) da família Asparagaceae, com haste floral erecta, com 20 a 80 cm, inteiramente desprovida de folhas, pois a planta apresenta apenas folhas basais, lineares. As flores (com perianto formado por 6 tépalas brancas) agrupam-se  em inflorescência em cacho pouco denso.
Distribuição: espécie originária de boa parte da Europa e do Norte de África, entretanto introduzida noutras regiões como planta ornamental. Em Portugal ocorre apenas no território do Continente e, atento, por um lado, o mapa de distribuição disponível na Flora Digital de Portugal e  tendo em conta, por outro lado os registos existentes do Portal  Flora.on, poder-se-ia ser levado a concluir que a espécie, além de rara, também teria a sua ocorrência limitada ao interior norte do Continente. O avistamento de numerosos exemplares da espécie em localidade bem mais a sul (avistamento que as fotografias supra documentam) parece indicar que é bem mais ampla a área da sua distribuição do que a sugerida pelos elementos citados.
Ecologia/habitat:  em clareiras  e na orla de bosques e matagais, eventualmente nas margens de cursos de água ou em encostas com alguma humidade. 
Floração: Primavera e início do Verão.
(Local e data: entre Freixianda e Rio de Couros; - concelho de Ourém; 27 - Abril - 2014)

4 comentários:

Majo disse...

~
~ Não me importava nada de ter estas belas e delicadas inflorescêmcias alvas, num jardim meu.

~ A acrescentar a mais valia de ser uma silvestre perene, logo, com poucos cuidados de manutenção.

~ ~ ~ Bonita, a sua galeria de fotos. ~ ~ ~

Paulo Araújo disse...

É uma importantíssima descoberta, Francisco. Não conheço quaisquer outras referências à presença desta espécie no centro do país; e, segundo a Flora Ibérica, ela só existiria em Trás-os-Montes e na Beira Alta. Ainda por cima a população que o Francisco viu é numerosa. Da única vez que a encontrei, em Armamar, só havia duas plantas em flor.

Abraço,
Paulo Araújo

Francisco Clamote disse...

Obrigado, Paulo, pelas palavras de estímulo. Abraço.

Francisco Clamote disse...

Obrigado, Paulo, pelas palavras de estímulo. Abraço.