terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Embude (Oenanthe crocata)

(A Planta)



(Inflorescência)
O Embude (Oenanthe crocata L.) é uma planta da família das Apiaceae, também designada pelo nome de Rabaça, entre vários outros, e que se distribui por toda a Europa Ocidental e pela Região Mediterrância Ocidental. É uma planta tipicamente ripícula pois surge, sobretudo, nas margens e em pequenas ínsulas dos cursos de água e em terrenos à beira de outras superfícies de água doce.
Em Portugal distribui-se por todo o território do Continente. É uma planta tóxica, sobretudo as suas raízes, e, pelos vistos, até os animais herbívoros o sabem, pois não a comem.
(Clicando nas imagens, amplia)

6 comentários:

Anónimo disse...

"É uma planta tóxica, sobretudo as suas raízes, e, pelos vistos, até os animais herbívoros o sabem, pois não a comem."

Pois! Mas eu já tive alguns casos de intoxicação por embude em ovinos. Portanto, eles talvez não saibam que é tóxica, comem é o que estão habituados e quando a fome aperta porque o alimento tradicional escasseia, lá estão os herbívoros a comer plantas tóxicas.

Apesar do reparo, força!

José Almeida

O alentejano disse...

Pelos vistos os animais herbívoros não sabem já por mais de uma vez vi vacas intoxicadas com as raízes ou tubérculos e só a pronta intervenção veterinária as salvou.

O alentejano disse...

sobrescrevo o que foi dito no comentário anterior e acrescento que assisti algumas vezes ao tratamento de vacas intoxicadas com os tubérculos desta planta que parecem cenouras e no inverno com as enxurradas são arrancados do leito ou das beiras dos riachos e as vacas ao comerem-nos se não forem tratadas rapidamente morrem.

O alentejano disse...

Pelos vistos os animais herbívoros não sabem já por mais de uma vez vi vacas intoxicadas com as raízes ou tubérculos e só a pronta intervenção veterinária as salvou.

Anónimo disse...

Qual o tratamento para estas intoxicações? Como podemos ter a certeza de que o animal a comeu?

Francisco Clamote disse...

Caro Anónimo, faz-me boas perguntas. Não tenho é resposta para elas. Desculpe a ignorância.
Cumprimentos.