domingo, 29 de outubro de 2017

Tormentelo (Thymus caespititius)




Tormentelo *(Thymus caespititius Brot.)
Subarbusto rastejante, cespitoso, estolhoso, com folhas linear-espatuladas, glabras, planas, ciliadas na base ou até metade do seu comprimento; flores bilabiadas, com corola de cor púrpura, por vezes, esbranquiçada.
Tipo biológico: Caméfito
Família: Lamiaceae;
Distribuição: Península Ibérica (Oeste e Noroeste) e arquipélago dos Açores.
Ecologia/habitat: urzais, clareiras de bosques; encostas e outros terrenos declivosos, em zonas de clima húmido onde se faça sentir a influência do Atlântico, a altitudes até 1200m.
Floração: de Maio a Setembro.
* Outros nomes comuns: Alecrim-da-serra; Erva-úrsula.
(Locais e datas: Ilhas de S. Jorge e do Pico (Açores); 23 e 27 - Julho - 2017)
(Clicando nas imagens, amplia)

Adenda:


 [Imagens obtidas no Minho (concelho de Melgaço) em 23 - Junho - 2018  e aditadas em 3 - Julho - 2018] 

1 comentário:

Paulo Araújo disse...

Caro Francisco:

Julgo que na Madeira também ocorre o Thymus caespititius Brot., embora algumas listagens da flora madeirense usem o nome Thymus micans Lowe. Todas as fontes que pude consultar confirmam que os dois são sinónimos (e pelas fotos parecem indistinguíveis). O binómio broteriano tem prioridade (é de 1804, o outro é de 1831), e portanto é esse que deve ser usado. Talvez a insistência em usar outro nome para o tomilho madeirense reflicta a opinião de alguns autores de que ele não é exactamente igual ao tomilho açoriano. Mas não encontrei qualquer artigo científico recente onde essa questão fosse investigada.

Aproveito para lhe dar os parabéns pela excelente série açoriana. Em apenas duas visitas aos Açores, o Francisco aprendeu (e mostrou) muito mais sobre a natureza no arquipélago do que a maioria dos seus habitantes aprende numa vida inteira.

Um abraço,
Paulo