sábado, 12 de novembro de 2011

Árvores de fruto: Diospireiro (Diospyros kaki)

(Árvore ainda jovem)

(Flor)

(Frutos imaturos)

(Fruto maduro)

O Diospireiro ou Caquizeiro, como é designado no Brasil, é uma árvore de fruto, de dimensões geralmente modestas (em regra, não ultrapassando os 10m de altura) originária da China, mas amplamente cultivada actualmente noutras partes do mundo, como a Europa (incluindo Portugal), América do Norte e América do Sul (designadamente no Brasil).
É uma espécie arbórea, de folha caduca, da família Ebenaceae, bem adaptada às regiões subtropicais e zonas temperadas. Pode desenvolver-se em vários tipos de terrenos, embora prefira solos leves, conquanto profundos, e pouco húmidos.
Existem diversas variedades, cujos frutos (designados em Portugal por diospiro e no Brasil por caqui) são geralmente muito doces e sumarentos e, frequentemente, adstringentes, devendo estes ser consumidos depois de bem maduros, pois a adstrigência desaparece com a sobrematuração. 
(clicando nas imagens, amplia)

5 comentários:

extincao de arvores de fruto disse...

nao sei se outra mensagem que mandei entou no sistema por isso vou mandar esta.o diospireiro precisa de bastante humidade.por alguma razao no sul praticamente nao ha' diospireiros.esta arvore se nao tiver humidade suficiente pode morrer ou nao conseguir ter os frutos ate a' maturaçao.

Francisco Clamote disse...

Obrigado, amigo, pela informação.

Anónimo disse...

Obrigado pela informação que me é útil, pela correcção e pela atitude do autor do blogue (agradecimento). Raro, hoje em dia esse posicionamento. Parabéns.

Lourdes disse...

Tenho uma árvore de disparo ha cerca de 13 anos.
Os frutos q da sã imensos mas intragáveis e nao
Passam de o tamanho de um dedal. A terra è húmida qto baste.
Esta virado a norte.
Nunca fiz enxertia
Podem dar-me um conselho p nao o arrancar.
Comprei e plantei pq gosto mto da fruta.obrigada



Francisco Clamote disse...

Respondo-lhe, embora tardiamente, para lhe dizer que não faço ideia por que razão os frutos se revelam intragáveis.