domingo, 6 de novembro de 2011

Árvore-do-céu (Ailanthus altissima)

(1)

(2)

(3)

(4)
Árvore-do-céu * [Ailanthus altissima (Mill.) Swingle]

Árvore de folha caduca, da família Simaroubaceae, não atinge, em geral mais que 25 metros de altura. Originária da China, foi introduzida na Europa e noutros continentes como planta ornamental, tendo encontrado, entretanto, condições tão propícias ao seu desenvolvimento espontâneo que, em vários países, incluindo Portugal, é actualmente considerada como planta invasora .
Surge frequentemente à beira de estradas e caminhos, em terrenos abandonados ou perturbados e mesmo em locais de recepção de entulhos.
Apresenta folhas compridas (40 a 90 cm) com numerosos folíolos com 7-12 cm de comprimento; as flores pequenas e numerosas, com cinco pétalas e outras tantas sépalas, agrupam-se em cachos que podem atingir até 50 cm.
Em Portugal, a planta floresce de abril a junho.
*Outras designações comuns: Espanta-lobos; Árvore-do-paraíso; Plumas-do-diabo; Ailanto; Ailanto-da-ChinaVerniz-do-Japão.
(Local e datas: Quinta da Arealva - Cacilhas - Almada; 21- setembro - 2009 (fotos 1 e 2); 16- maio - 2011 (fotos 3 e 4)
(Clicando nas imagens, amplia)

3 comentários:

Anabela disse...

"Esta espécie foi identificada como uma ameaça para a fitossanidade, o meio ambiente e a biodiversidade, pela EPPO(European and Mediterranean Plant Protection Organization), que recomenda a tomada de medidas de modo a prevenir novas introduções, bem como limitar a sua expansão."

Li aqui

Francisco Clamote disse...

Grato, Anabela, por mais esta informação. Saudações cordiais.

arménia neves disse...

Boa tarde. Será que alguém me pode informar como posso acabar com uma que tenho no quintal. As raízes invadiram tudo, até as tubagens do esgoto. Não consigo acabar com ela. Se alguém souber por favor diga-me. Obg