sábado, 12 de novembro de 2016

Galium broterianum


(1)

(2) 

(3)

(4)

(5)

(6)

(7)

(8)

(9)
Galium broterianum Boiss. & Reuter
Erva perene, glabra, ou escassamente pilosa, com estolhos radicantes nos nós; um ou vários caules ramificados, mais ou menos consistentes, erectos ou ascendentes, com 30 a 90 cm; folhas sésseis, dispostas em verticilos de 4, francamente elípticas e nitidamente trinérvias; flores tetrâmeras, em geral hermafroditas, com corola branca ou esbranquiçada, agrupadas em inflorescências multifloras e paniculiformes. 
Tipo biológico: Proto-hemicriptófito (fonte).
Família: Rubiaceae;
Distribuição: Endemismo ibérico, circunscrito ao Centro e Oeste da Península Ibérica.
Em Portugal ocorre em todo o território do Continente, mas encontra-se muito mais frequentemente nas regiões do Centro e Norte do país.
Ecologia/habitat: lugares húmidos e sombrios, frequentemente nas margens de rios e de outros cursos de água, em substrato preferentemente granítico, a altitudes até 2000m.
Floração: de Maio a Setembro.
[Locais e datas: rio Côa (concelho de Sabugal); 19/20 - Julho - 2015 (fotos 1, 2, 4, 5, 8 e 9); Troviscal - Sertã; 27 - Julho - 2013 (fotos restantes)] 

1 comentário:

Ordep otnemicsan disse...

Muito inspirador este blogue! Ultimamente, sempre que vejo no campo alguma planta ou árvore que eu goste tiro um bocado e planto no meu jardim...