terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Olhos-de-gato (Pentaglottis sempervirens)






Olhos-de-gato [Pentaglottis sempervirens (L.) Tausch ex L.H.Bailey*]
Erva vivaz (tipo-fisionómico: hemicriptófito), híspida (= revestida de pêlos compridos, rígidos) na sua totalidade, da família Boraginaceae, com caules, geralmente ascendentes, mais ou menos ramificados, com 30 a 90 cm; folhas basais pecioladas, obovadas e as caulinares sésseis, acuminadas; flores reunidas em cimeiras densas, com corola azul brilhante com um "olho" branco ao centro.
Distribuição geral: originalmente desde a Ásia Menor até ao Sudoeste da Europa, entretanto alargada a outros países (v.g. Inglaterra e Irlanda) e a outros continentes (v.g. América do Norte).
Em Portugal, a sua ocorrência parece estar limitada às regiões Centro e Norte.
Habitat: sítios húmidos, frequentemente nas margens de cursos de água e em zonas montanhosas.
Floração: de Abril a Agosto
*Sinonímia:  Anchusa sempervirens L.(Basónimo)
(Local e data: Serra da Estrela; 8 - Junho - 2012)

4 comentários:

Anabela disse...

lindos olhos :)

Votos de bom ano

lucyvvieira disse...

Boa noite
Amei sua página... textos muito bem explicados ( estava procurando uma planta e achei aki) Parabéns
Lucy

CARMENSITA disse...

Bom dia!
Amei sua página aprendiz, é muito interessante. Gostaria que me ajudasse a encontrar a flor do longan. Já vi a árvore e o fruto, mas preciso conhecer a flor, é muito importante para mim. Pode me ajudar?
Abraços fraternos,
Maria do Carmo Proveti.

Francisco Clamote disse...

Viva, Maria do Carmo.
Se já conhece a planta e o fruto do longan já sabe mais do que eu. De facto, conhecia apenas o fruto e sob outra designação: Lichia. Sorry!