sábado, 25 de fevereiro de 2012

Tara (Caesalpinia spinosa)






Tara, ou Falso-pau-brasil [Caesalpinia spinosa (Molina) Kuntze*]
Espécie da família Fabaceae, nativa do Peru, apresenta a forma dum arbusto ou duma pequena árvore espinhosa, cuja altura varia entre 2-5m. É nativa do Peru, mas foi introduzida e encontra-se naturalizada em vários países da América do Sul, de África e da Ásia, e na Califórnia. É cultivada para aproveitamento da madeira, utilizada no fabrico de mobiliário e para aproveitamento das vagens, ricas em taninos usados, designadamente, na indústria de curtumes e das sementes que, depois de reduzidas a farinha, são empregues na indústria alimentar.
A planta também foi introduzida na Europa, incluindo em Portugal, mas apenas para fins ornamentais. 
*Sinonímia: Caesalpinia pectinata Cav.; Caesalpinia tara Ruiz & Pav.; Caesalpinia tinctoria (Kunth) Benth. ex Reiche; Coulteria tinctoria Kunth; Poinciana spinosa Molina; Tara spinosa (Molina) Britton & Rose
(Local e data: Parque da Paz - Almada; 25 - fevereiro - 2012)
(Clicando nas imagens, amplia)

2 comentários:

Tatiana disse...

Oi gostaria de saber se esta planta Caesalpinia Spinosa é mesmo usadas para a fabricação do henê,um cosmético para alizar e escurecer o cabelo e se for gostaria de saber tb se faz mal para a saúde,pois ouvi comentários de que pode causar câncer.Sera que alguém pode me tirar esta duvida?

Francisco Clamote disse...

Tatiana, respondo-lhe com o que encontrei na Wikipédia (em inglês): "As sementes podem ser utilizados para produzir corante preto, enquanto o corante azul escuro pode ser obtido a partir das raízes."
Não encontrei,em lado nenhum, que o uso destes corantes provoque cancro (câncer).Que tal aconteça, parece-me, aliás, muito improvável, pois a goma que se obtém a partir das sementes é utilizada como aditivo alimentar. Cumprimentos.