quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Cardo-do-coalho (Cynara cardunculus)

Cardo-do-coalho (Cynara cardunculus L.)
Também designada por Cardo-hortense e Cardo-manso, esta planta, da família das Asteraceae, surge espontânea na Região Mediterrânica, incluindo em Portugal, em terrenos pedregosos, mas é também cultivada. A designação de Cardo-do-coalho advém do facto de as suas flores, depois de secas, serem utilizadas no fabrico do queijo, como coagulante do leite.
(Clicando na imagem, amplia)

11 comentários:

eduardo cardoso disse...

SERIA ORIGINÁRIO DESSA FLOR O SOBRENOME CARDOSO? EM QUAL REGIAO DE PORTUGAL PODE SE REFERIR ESSE SOBRENOME?
PROCURO O NOME DO PRIMOGÊNITO DESSE SOBRENOME NAS TERRAS DO BRASIL E DE QUE REGIAO DE PORTUGAL ELE SE DESLOCOU NESSA DIREÇÃO, PROVAVELMENTE NO SÉCULO XVII.
PODE FAZER UMA INDICAÇÃO DE QUEM PODERIA ME AJUDAR NESSA INFORMAÇÃO?
AGRADECE,
eduardojcar@yahoo.com.br.

Francisco Clamote disse...

Segundo a Enciclopédia Luso-Brasileira de Cultura, da Verbo Editora, o apelido Cardoso terá provavelmente origem toponímica, sendo, pois, improvável que derive do nome do Cardo. Por outro lado, trata-se de um apelido comum em Portugal, pelo que não se me afigura fácil obter uma resposta para a sua outra pergunta.De qualquer modo, e infelizmente, eu não tenho maneira de lhe dar qualquer indicação a esse respeito. Cumprimentos.

Antonio Lobo disse...

Estimado Francisco,

Encontrei o seu artigo quando tentava encontrar informação sobre a transformação da flor do cardo em coalho para queijo.
Como sou emigrante não tenho acesso à maior parte das iguarias lusas - seja pelos preços proibitivos ou pela disponibilidade dos produtos nos supermercado. Neste contexto tenho tentado produzir os meus próprios produtos.
Ultimamente tenho estado a estudar produção de queijo da serra (ou a variante de azeitão) e precisava de aprender a transfomar a flor do cardo no coagulante. Para além disso saber quais as proporções a usar na produção caseira de queijo.

Acha que me pode ajudar?

Obrigado

Antonio Lobo disse...

Estimado Francisco,

Encontrei o seu artigo quando tentava encontrar informação sobre a transformação da flor do cardo em coalho para queijo.
Como sou emigrante não tenho acesso à maior parte das iguarias lusas - seja pelos preços proibitivos ou pela disponibilidade dos produtos nos supermercado. Neste contexto tenho tentado produzir os meus próprios produtos.
Ultimamente tenho estado a estudar produção de queijo da serra (ou a variante de azeitão) e precisava de aprender a transfomar a flor do cardo no coagulante. Para além disso saber quais as proporções a usar na produção caseira de queijo.

Acha que me pode ajudar?

Obrigado

Antonio Lobo disse...

Estimado Francisco,

Encontrei o seu artigo quando tentava encontrar informação sobre a transformação da flor do cardo em coalho para queijo.
Como sou emigrante não tenho acesso à maior parte das iguarias lusas - seja pelos preços proibitivos ou pela disponibilidade dos produtos nos supermercado. Neste contexto tenho tentado produzir os meus próprios produtos.
Ultimamente tenho estado a estudar produção de queijo da serra (ou a variante de azeitão) e precisava de aprender a transfomar a flor do cardo no coagulante. Para além disso saber quais as proporções a usar na produção caseira de queijo.

Acha que me pode ajudar?

Obrigado

Francisco Clamote disse...

Caro António Lobo:
Infelizmente não lhe posso servir de grande ajuda, pois não tenho qualquer experiência no fabrico do queijo. Apenas me lembro que, quando eu era criança e adolescente, a minha mãe usava a flor do cardo para coalhar o leite, depois de a esmagar num almofariz, com um pouco de água. Usava uma pequena quantidade, porque o leite também era pouco (10 ou 20 litros), mas quais as quantidades exactas não faço, nesta altura, a mínima ideia.
Cumprimentos.

Joel Antunes disse...

Boas,é bastante fácil.
Basta colocar oa flor de a«cardo em infusão com um pouco de água, deppois tritutar com a varinha magica e filtar.o produto final é um liquido acastanhado que basta juntar ao lleite quando este atinge uma temperatura de 27ºC e esperar cerca de 1hora.

Joel Antunes
.

Anónimo disse...

Me encantaria de saber onde posso encontrar o cardo em Brasil, tenho a intenção de plantar em casa num vasinho

Muito Obrigada

Charito Peraza disse...

Quero plantar aqui em casa o cardo em vaso, gostaria de saber onde adquirir a planta no Brasil

Francisco Clamote disse...

Lamento muito, mas, vivendo eu em Portugal, não faço ideia onde é que no Brasil, a planta pode ser encontrada.

João Miguel disse...

Pode comprar as sementes num site português.