sexta-feira, 25 de julho de 2008

Flores ornamentais: Margarida-do-Cabo

(Para ampliar, clicar sobre a imagem)
Flor belíssima da planta com o nome científico de Osteospermum ecklonis (DC.) T.Norl, que é também conhecida pelo equivalente Dimorphotheca ecklonis DC. Não encontrei o nome vulgar da planta, em língua portuguesa, sendo que a mesma tem, na língua inglesa, várias designações, tais como: Cape marguerite, White daisybush, Blue-and-white daisybush. Tomei a liberdade de adoptar o nome de Margarida-do-Cabo, tradução directa da primeira das referidas designações, admitindo que a designação de margarida-azul-e-branca-do-bosque é capaz de estar mais em consonância com as características da flor. A planta, de acordo com as informações que recolhi, é muito venenosa, especialmente quando a folhagem é jovem .

2 comentários:

Karina disse...

o quanto venenosa?
quando vi uma imagem dessa flor fazendo uma pesquisa do google cai de amores e desde então eu quero muito tê-la ou pelo menos, algum dia, vê-la e sentir seu cheiro
qual o cheiro dela?

Francisco Clamote disse...

Não lhe posso adiantar mais do que o que escrevi no "post". A referência ao facto de a planta ser venenosa colhi-a no Jardim Botânico de Lisboa, onde na ficha referente à planta se lê o seguinte: "A planta é muito venenosa, especialmente quando a folhagem é jovem". Não me parece, no entanto, que a planta ofereça grande risco, pois só será nociva se for ingerida.Só assim se compreende que ela apareça com frequência em jardins públicos. Quanto ao cheiro, confesso que não sou muito dotado nessa matéria, mas pelo que me tem sido dado observar, julgo que não terá nenhum cheiro especial, nem muito acentuado. Eu, pelo menos, nunca me apercebi do cheiro.