sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Chamaesyce nutans






Chamaesyce nutans (Lag.) Small *
Erva anual, por via de regra, pilosa, por vezes, glabra, com caules erectos ou ascendentes, em geral ramificados a partir da base, que podem atingir até 55 cm, com entrenós marcados por uma banda longitudinal de pêlos curtos e esbranquiçados, mais ou menos densos; folhas oblongo-lanceoladas, dentadas, revestidas espaçadamente por pêlos sedosos compridos, página inferior com 3 nervuras bem marcadas; ciatos solitários ou agrupados em cacho; fruto constituído por cápsula ovoide, glabra.
Tipo biológico: terófito:
Família: Euphorbiaceae;
Distribuição: Planta nativa das Caraíbas e da América Central, do Sul (Venezuela) e do Norte (México e Leste do Canadá e dos Estados Unidos), entretanto introduzida e naturalizada em diversas partes do Globo (Região Mediterrânica; Macaronésia; Região Irano-turaniana tu Japão e Nova Zelândia, designadamente).
Em Portugal ocorre como planta introduzida, quer no Continente (Algarve e Beira Litoral), quer nos arquipélagos dos Açores e da Madeira.
Ecologia/habitat: terrenos perturbados, baldios, campos agrícolas (onde se comporta e é considerada como infestante) em locais a altitudes até 900m.
Floração: de Abril a Outubro.
* Sinonímia: Euphorbia nutans Lag. (Basónimo)
[Local e data: pomar nas margens do rio Séqua (Tavira); 22 - Agosto - 2016] 

Sem comentários: