sexta-feira, 4 de abril de 2014

Pequena ou minúscula




Pseudorlaya pumila (L.) Grande *
Pseudorlaya é um género (da família Apiaceae/Umbelliferae) onde tudo tende para o pequeno, a começar pelo número de espécies que engloba: cinco admitidas, no máximo; duas apenas, segundo a Flora Ibérica (Pseudorlaya pumila e Pseudorlaya minuscula), havendo mesmo quem reconheça apenas a primeira daquelas.
Não é fácil, de facto, distinguir as duas espécies, pois se uma é pequena (pumila) (caules com 5 a 20cm) a outra é minúscula (caules com 3 a 15 cm), sendo que também o "hábito" de uma e de outra são semelhantes e parecido é igualmente o habitat de ambas: dunas e areais marítimos.
Há, todavia, segundo a referida Flora Ibérica, algumas diferenças que permitem distingui-las, com realce (porque mais perceptível para leigos, como eu) para o número de raios das umbelas (3 a 7, para a P. pumila - 6 no caso da imagem supra - e 3 a 4 para a P. minuscula). A referida publicação regista ainda outras diferenças, dificilmente perceptíveis a olho nu, no que respeita aos frutos maduros: (a P. pumila tem frutos com 7,5 mm de comprimento, revestidos de espinhos dorsais com tamanhos diferentes dos laterais, ao passo que os frutos da  P. minuscula  têm 4,5 a 7,5mm de comprimento e os espinhos dorsais e laterais são de tamanho igual.
Já quanto à distribuição é notória a divergência: a ocorrência da P. minuscula está limitada à Península Ibérica e a Marrocos, enquanto a  P. pumila surge na  Europa Ocidental e por toda a Região Mediterrânica. 
Em Portugal, contrariamente ao que acontece com a distribuição geral das duas espécies, a P. minuscula tem uma distribuição mais ampla do que a P. pumila: aquela ocorre no Algarve, Baixo Alentejo, Estremadura, Beira Litoral, Douro Litoral e, possivelmente, também no Minho, enquanto que esta surge apenas no Algarve e Baixo Alentejo e, eventualmente, também na Estremadura.
Floração da P. pumila: de Fevereiro a Maio
* Sinonímia: Caucalis pumila L. (Basónimo)
(Local e data: Ponta da Areia - Vila Real de Santo António, 26 - Março - 2014)

Sem comentários: