domingo, 1 de janeiro de 2012

Viúvas (Trachelium caeruleum)

(1)

(2)

(3)

(4)

(5)

Viúvas, ou Flor-de-viúvas (Trachelium caeruleum L.)

Planta herbácea, de base lenhosa, da família Campanulaceae, cujo caule raramente ultrapassa um metro de altura, dispondo-se as folhas (alternas, ovadas a ovada-lanceoladas e duplamente serradas) ao longo do caule. As flores, com forma tubular, pequenas e numerosas, de cor azul ou violeta-púrpura, ou, mais raramente, de cor branca, agrupam-se em inflorescências em corimbo, mais amplas quando terminais.
A espécie é originária da Região Mediterrânica Ocidental, mas é cultivada como planta de jardim em muitas outras regiões.
Aparentemente prefere encostas e taludes ou mesmo muros e paredes onde encontre algum suporte  para lançar as suas raízes,  em lugares húmidos e meio sombrios.
Em Portugal surge como espontânea,  de forma descontínua, desde o Minho até ao Algarve, segundo esta fonte. Não me parece, no entanto, que seja muito comum, dado que, pessoalmente, só me apercebi da sua existência no local onde obtive as  fotografias supra, embora nesse local fossem numerosos os exemplares encontrados. Contudo e curiosamente, esta outra fonte refere que a espécie pode ser encontrada em argamassas das muralhas do centro histórico de Braga.
A floração ocorre durante um largo período que vai, pelo menos, de Junho a Setembro, tendo em conta as datas em que as fotografias supra foram obtidas: 23 de Setembro de 2011 (foto1) e 7 de Junho de 2011 (as restantes), todas no mesmo local (na base dum morro na Margem Sul do Estuário do Tejo - Quinta da Arealva - Almada)

Sem comentários: